LaDissertation.com - Dissertations, fiches de lectures, exemples du BAC
Recherche

Achevé dans la Révolution Depuis 1789: le mouvement contre-révolutionnaire des immigrants français (document en espagnol).

Commentaire de texte : Achevé dans la Révolution Depuis 1789: le mouvement contre-révolutionnaire des immigrants français (document en espagnol).. Recherche parmi 233 000+ dissertations

Par   •  28 Septembre 2014  •  Commentaire de texte  •  497 Mots (2 Pages)  •  328 Vues

Page 1 sur 2

O final do século XVIII foi uma época de crise para os velhos regimes da Europa e seus

sistemas econômicos. O conflito entre os interesses estabelecidos do velho regime e as novas

forças sociais ascendentes emergiu como fenômeno comum às regiões até então sob o

controle da remanescente ordem feudal, e suas conseqüências deixaram marcas profundas no

arranjo que se seguiu ao período revolucionário. Fundamental e proeminente nesse processo

é o papel ocupado pela Revolução Francesa, cujas ideias influenciaram a política e ideologia

dos movimentos contemporâneos.

Segundo Eric Hobsbawm (1996), a Revolução de 1789 deu aos povos a noção de que “a

história pode ser mudada por sua ação”. A despeito disso, pouca atenção tem sido dedicada,

particularmente fora da França, às ações e concepções de mundo da multiplicidade de atores

que fizeram parte desse processo. Essa lacuna na história da Revolução, como indica a citação

do historiador Alfred Cobban no início deste trabalho, deve-se, em grande parte, à escassez de

estudos acerca dos movimentos contra-revolucionários. Vistos como meros reacionários, os participantes desses movimentos propunham uma agenda política original, que evoluiu

paulatinamente ao longo dos levantes para melhor responder aos desafios colocados pelos

liberais e revolucionários. Como será abordado ao longo deste texto, seus programas levaram

em consideração o advento da modernidade política e não defenderam, ao contrário do que

se poderia pensar, o retorno estrito ao Antigo Regime. Longe de serem um simples freio à

modernidade, os movimentos conservadores participaram do lento processo de politização

das massas que tomou conta da Europa no século XIX.

Este estudo propõe analisar as características, desenvolvimento e modos de ação do principal

movimento contra-revolucionário francês, o dos emigrados, partidários do Antigo Regime

que deixaram a França quando do início da Revolução. A princípio, serão abordadas as

principais bases ideológicas que influenciaram suas ações. Em seguida, passar-se-á a um

exame dos fatos e circunstâncias que deflagraram a emigração, bem como dos aspectos

relativos à sua composição. Por último, considerações conclusivas buscarão definir as

semelhanças entre o movimento em questão e demais movimentos conservadores franceses,

a fim de obter indicações gerais sobre o fenômeno.

As doutrinas contra-revolucionárias francesas

...

Télécharger au format  txt (3.6 Kb)   pdf (59.1 Kb)   docx (9.5 Kb)  
Voir 1 page de plus »
Uniquement disponible sur LaDissertation.com